Pokémon: aparelhos com contas clandestinas podem ser banidos

Rumor repercutiu com força nas redes sociais; game deve chegar para os brasileiros em breve

Publicado em 08/07/2016

Em meio a toda empolgação que envolve Pokémon Go, os jogadores e fãs foram surpreendidos nos últimos dias com rumores indicando que o game, por meio da desenvolvedora ou da própria marca “Pokémon”, estaria banindo usuários que criaram contas clandestinas para ter acesso ao jogo de forma antecipada, já que por enquanto só há disponibilidade na Austrália, Nova Zelândia, EUA e Japão.

Desde as primeiras notícias sobre o game, que possibilitaria literalmente buscas por Pokémons espalhados pela nossa realidade, os fãs do anime e da Nintendo criaram expectativas absurdas, e agora já é possível para parte do mundo jogar e sair à caça dos personagens. Para os que ainda não podem, uma das alternativas foi criar contas internacionais e usar o app, mas alguns internautas denunciaram os possíveis banimentos.

Ao jogar de forma “proibida”, foi dito que o sistema estaria banindo não só o app ou a conta, mas também o aparelho, ou seja, o smartphone que tivesse a conta excluída não teria mais suporte ao jogo. Ainda não há confirmação, mas o Twitter teve milhares de menções ao rumor. “Se você usa Android e baixou o app do Pokémon Go de fora da sua região, está correndo risco de ser banido. É só um aviso”, postou o perfil MaekaGaming.

Enquanto a brincadeira não chega oficialmente ao Brasil, você pode se arriscar e baixar o app através de uma conta norte-americana, mas depois de ler tudo isso, é melhor pensar duas vezes.

Foto: Divulgação/Montagem Tudo em Celular